Criatividade

Existe a imagem do criativo sentado confortavelmente numa cadeira, com os pés assentes na mesa, enquanto a sua mente cria ideias que vão mudar o mundo. Se esta é a imagem que tens do que é ser criativo, lamento informar-te mas a realidade é um pouco diferente.

O mercado e o mundo estão em constante mudança, estar com atenção ao que está acontecer à nossa volta e colocar o foco em pequenos detalhes é essencial para potenciarmos a nossa criatividade. A curiosidade e a capacidade de questionar o “certo”, leva-nos a adquirir diferentes pontos de vista sobre um mesmo tema, acções importantes para alimentar o nosso lado criativo.

Mas nem tudo acontece dentro do nosso cérebro, a base das ideias está na nossa experiência. John Locke através do argumento da tábua rasa diz: “todas as pessoas nascem sem conhecimento algum (i.e. a mente é, inicialmente, como uma “folha em branco”), e todo o processo do conhecer, do saber e do agir é aprendido através da experiência”. 

É a experiência que nos dá o conhecimento necessário para conseguirmos reformular e interpretar novas ideias, uma pessoa que não conhece um determinado mercado ou que nunca nele trabalhou, terá certamente inúmeras dificuldades em acrescentar algo de novo. O que por vezes acontece é aplicarmos o know-how adquirido em diferentes realidades, a uma, completamente nova para nós.

Filipe Matos Pereira

 

Leave a Reply 0 comments