Experiência

Experiência

Não sou a favor de que se deva errar muitas vezes mas compreendo que se erre as vezes que forem necessárias. Confuso? Talvez não.

O erro só nos transmite conhecimento quando existe intenção por parte de quem erra, resolver um problema ou mudar o rumo dos acontecimentos. Errar por errar não é erro é apenas parvo e falta de coragem. Quando recebemos um exame com um resultado negativo temos duas opções: analisamos o que que correu mal e tentamos corrigir ou recebemos o resultado como algo normal e seguimos o nosso caminho. Na primeira opção estamos a aprender, na segunda estamos a cavar um buraco cada vez mais fundo.

Nas nossas relações ou na nossa carreira profissional acontece o mesmo, devemos avaliar o que estamos a fazer mal e tentar melhorar ou adaptar. Se ligamos a um cliente sempre à mesma hora e ele não nos atende é de ter em consideração ligar a uma hora diferente. A experiência advém da avaliação e do melhoramento dos nossos erros e não, do erro em si.

“Não existe maior prova de insanidade do que fazer a mesma coisa todos os dias e esperar resultados diferentes.” Albert Einstein

Filipe Matos Pereira

Leave a Reply 0 comments