A fugacidade do mundo digital!

Passamos de um mundo local para um mundo global, com facilidade de acesso a informação e a novas culturas, a Internet foi uma das grandes responsáveis por esta transformação. Actualmente mais do que globais, somos todos (ou quase), Digitais! E é aqui que se encontra a fugacidade deste novo mundo, tudo se torna efémero com a explosão das redes sociais e outras plataformas de partilha de informação.

Não sou apologista de que tudo deve ficar igual, nem tão pouco um resistente à mudança, simplesmente noto que tudo está a acontecer muito rápido. Não falo das inovações tecnológicas ou dos novos termos de marketing que todos os dias são colocados a circular por essa Internet fora. 

O que me chama a atenção é a rapidez com que os ditos fenómenos virais estão a acontecer e a desaparecer instantaneamente, um exemplo disso é a apresentação destes vídeos nos noticiários nacionais. Já repararam que quando um vídeo viral passa no “telejornal” de um qualquer canal generalista, esse mesmo vídeo já tem no mínimo uma semana de partilha nas redes sociais e já existem outros (vídeos) mais populares e cativantes?

Se transportarmos esta teoria para as marcas, que por vezes procuram padrões de consumo nas redes sociais, o processo de recolha de informação, produção e distribuição, pode ficar desactualizado em poucas semanas! As marcas podem assumir esse risco e correr atrás dos fenómenos, serem elas próprias a definir as modas, agarrarem-se a uma identidade própria e morrerem à nascença ou criarem uma personalidade e tornarem-se icónicas.

Não há soluções perfeitas, apenas opções de encarar a oportunidade e moldá-la de forma a torná-la positiva para quem investe, assim como, para quem dela usufruí!

Filipe Matos Pereira

Leave a Reply 0 comments