Um vídeo emocionante não chega

O Boticário realizou uma das campanhas mais bonitas da quadra natalícia, um vídeo emocionante, com um final feliz e imensamente partilhado nas redes sociais. Mas será que isso chega para se considerar a campanha um sucesso?

Os comentários nas redes sociais são um bom indicador para se avaliar se uma determinada campanha terá ou não impacto na marca. Os comentários que se seguem, foram retirados da página de facebook de O Boticário e referem-se à partilha do vídeo de natal:

"Parabéns Boticário por este Maravilhoso anúncio. Ficamos de coração cheio"

"A língua gestual e o braille deviam ser disciplinas obrigatórias nas escolas! Afinal, nunca sabemos o que nos espera e depois não estamos preparados para enfrentar essa realidade e as dificuldades que elas nos apresentam."

"A boa vontade de um professor pode fazer a diferença na vida de uma criança diferente, para que se sinta incluída. Amor com amor se paga.
Lindo."

As mensagens focam-se sobretudo no vídeo e na mensagem que o mesmo pretende transmitir, ou seja, O Boticário enquanto marca passa para segundo plano. 

Vejamos agora o exemplo dos comentários à canção de natal da Rádio Comercial, na sua página de Facebook:

"Olá vocês são os maiores, gosto muito de ouvir a vossa rádio."

"Palmeirim adorei a música deste ano assim como todas as outras, mas ainda falta fazer uma música sobre alguém, os animais do presépio, fica o desafio para o próximo ano...."

"Não é à toa que a Rádio Comercial é n.º1 em Portugal: uma EQUIPA 5 estrelas - a música de Natal, como SEMPRE, ESPETACULAR!!! COMERCIAL SEMPRE . Um santo e feliz Natal, um novo ano repleto de sucessos pessoais e profissionais"

Neste caso as mensagens são endereçadas à equipa da Rádio Comercial, a música de Natal vai ao encontro das expectativas dos ouvintes e está alinhada com o posicionamento da rádio enquanto marca. 

Criar um vídeo emocionante não chega para causar impacto positivo numa marca, deve existir um alinhamento entre o que queremos ser e o que o mercado procura!

Leave a Reply 0 comments